Cinco pessoas da mesma família morrem por conta de bombardeios em Aleppo

Beirute, 18 out (EFE).- Pelo menos cinco pessoas de uma mesma família, entre eles tinha três menores e uma mulher, morreram nesta terça-feira por bombardeios de aviões de guerra não identificados contra a cidade de Aleppo, na Síria, que duraram até o amanhecer, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Foram atacados várias partes da região, como seu lado antigo e os distritos de Jamiat al Zahra, Sukari, Firdus, Bustan Al Qasr, Sajur, Salin, Kalasa e Zabdie.

Bombardeios similares foram registrados na cidade de Kafr Naha, periferia oeste de Aleppo, sem que por enquanto tenha registro de vítimas.

Enquanto isso, grupos armados opositores lançaram foguetes contra a área de Aleppo Nova, dentro da cidade e sob o controle das autoridades.

Em paralelo, explodiram combates entre os tropas do governo e facções islâmicas nas zonas de Aziza, no sul de Aleppo, e em Auiya, no norte.

O ministro de Defesa da Rússia, Serguei Choigu, anunciou que sua força aérea e o Exército sírio iniciaram hoje o cessar-fogo em Aleppo para permitir uma trégua humanitária de umas algumas horas na próxima quinta-feira.

"Hoje às 10h (hora de Moscou) cessaram os bombardeios da aviação russa e síria na região de Aleppo. O cessar-fogo antecipado é imprescindível para poder aplicar a pausa humanitária no dia 20 de outubro", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos