Miami se prepara para sediar primeira Cúpula Mundial da Felicidade

Ana Mengotti.

Miami, 18 out (EFE).- A primeira Cúpula Mundial da Felicidade (WoHaSu) deve reunir em março do ano que vem em Miami, nos Estados Unidos, milhares de pessoas convictas da necessidade de um mundo mais feliz e, ao mesmo tempo, decididas a dar esse exemplo.

A reunião, que acontecerá de 17 a 19 de março, é voltada a "sentir, entender e agir sobre as raízes da felicidade", dizem os organizadores.

"É uma oportunidade única, porque WoHaSu é um movimento dedicado a aumentar o conhecimento sobre a felicidade como uma opção de vida. É um novo fórum focado em como melhorar a FNB (Felicidade Nacional e Pessoal Bruta) em lugar do PNB (Produto Nacional Bruto)", disse à Agência Efe o espanhol Luis Gallardo, presidente da Cúpula Mundial da Felicidade.

O guru e ativista da paz indiano, Sri Sri Ravi Shankar, a psicóloga americana Sonya Lyubomirsky e o jornalista de origem cubana Ismael Cala, autor de vários livros de autoajuda e liderança, já se comprometeram a participar da Cúpula Mundial da Felicidade (World Happiness Summit-WoHasu).

Também confirmaram presença o espanhol Enric Corbera, criador da Bioneuroemoción, o americano Shawn Achor e o holandês Ruut Veenhoven, dois estudiosos da busca da felicidade, embora a lista ainda esteja aberta e sujeita a mudanças.

Em junho, quando lançaram a iniciativa, os organizadores mencionaram, para ressaltar a necessidade de falar de como dar felicidade as pessoas, que 87% dos funcionários não estão satisfeitos em seu trabalho e que, só nos Estados Unidos, são consumidos mais de US$ 10 bilhões em antidepressivos e a mesma quantidade em livros de autoajuda.

WoHASu conta com o apoio do Dia Internacional da Felicidade, realizado desde 2013, a cada dia 20 de março, por decisão das Nações Unidas, que procura com isso encorajar os governantes que o povo esteja mais satisfeito com a vida.

A origem deste dia está em uma resolução aprovada pela Assembleia Geral da ONU, em 2011, a pedido do pequeno reino do Butão, onde afirmam que a felicidade é um "objetivo fundamental" do ser humano.

O Centro de Felicidade Nacional Bruta do Butão está entre as instituições que respaldam a reunião, assim como a Fundação da Arte de Viver, Ação para a Felicidade e outras instituições similares, além da Universidade de Miami, Lisboa, Mitec de Monterrey (México), e um centro especializado da Universidade de Berkley.

"O bem-estar e a felicidade não se podem medir em uma única dimensão. É necessária a combinação de muitos elementos, alguns deles abstratos, para conseguir esse equilíbrio entre trabalho, liberdades pessoais, boa gestão governamental e laços sociais", afirmou Gallardo.

Em Miami, os participantes da cúpula vão explorar as melhores práticas, políticas, desafios e alianças com o objetivo de aumentar a felicidade das comunidades, cidades e o mundo.

Também haverá um debate de como conseguir um equilíbrio entre o desenvolvimento econômico dos países e o bem-estar dos cidadãos.

Mas também eles terão tempo para praticar ioga ou zumba ao ar livre, meditar, desfrutar de uma comida saudável preparada com os produtos de agricultores locais, assistir a concertos ou encontrar produtos e serviços que serão apresentados durante esta reunião.

A WoHaSu, afirmou Gallardo, procura a partir do bem-estar das pessoas ser um agente de mudança para transformar as sociedades e nações do mundo com a participação de governantes, acadêmicos, empresários e especialistas no tema.

Um dos eventos relacionados à cúpula é o H20 (Happiest 20), que reunirá no dia 16 de março, representantes dos 20 países mais felizes do mundo, segundo um índice elaborado levando em conta, entre outras variáveis, o PIB per capita, assistência social, expectativa de vida, níveis de liberdade, generosidade ou percepções de corrupção.

Dinamarca, Suíça, Islândia, Noruega, Finlândia, Canadá e Holanda são os sete primeiros países desta lista.

A Costa Rica ocupa o primeiro lugar dos latino-americanos em 14º lugar, atrás dos Estados Unidos e seguida de Porto Rico (15º) e do Brasil (17º).

O programa de WoHaSu também inclui uma cúpula de economistas e empresários, e outra acadêmica, no dia 19 de março.

"Fecharemos a Cúpula da Felicidade convidando o público em Miami para participar de uma prática de ioga, meditação e baile de zumba", onde espera estabelecer um recorde mundial de presença, disse Gallardo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos