Socialistas espanhóis decidirão no domingo se favorecem reeleição de Rajoy

Madri, 18 out (EFE).- O Partido Socialista e Operário da Espanha (PSOE) decidirá no próximo domingo, em uma reunião de sua direção, se vai favorecer a reeleição do conservador Mariano Rajoy, do Partido Popular (PP), como presidente do governo espanhol.

O Comitê Federal do PSOE terá que decidir sua posição sobre a reeleição de Rajoy como chefe do Executivo, em um calendário apertado, já que se não houver um presidente de governo até o próximo dia 31, o parlamento será dissolvido e ocorrerão novas eleições legislativas, as terceiras no período de apenas um ano.

O rei da Espanha consultará os líderes dos partidos parlamentares nos dias 24 e 25 deste mês e tornará público se pedirá que algum deles se apresente como candidato à posse ou não.

A resposta está nas mãos dos socialistas, que, se decidirem pela abstenção no domingo, tonarão possível a reeleição de Rajoy para o cargo que ocupa desde dezembro de 2011.

Os socialistas estão em plena crise depois que seu líder Pedro Sánchez renunciou à Secretaria-Geral do PSOE em 1º de outubro diante dos ataques de um forte setor crítico.

Uma comissão foi formada nas últimas semanas para dar uma resposta ao bloqueio político espanhol e o presidente da mesma, o veterano político Javier Fernández, se reuniu hoje com parlamentares socialistas e lembrou que eles têm duas opções: "abstenção ou novas eleições".

Um pleito no fim deste ano, que ninguém quer, poderia prejudicar os socialistas, que estão em baixa nas pesquisas.

A maioria dos deputados e senadores do PSOE que falaram hoje na reunião do grupo parlamentar se mostrou favorável à abstenção para facilitar a posse de Rajoy e que seja acatada a disciplina de voto.

A maior parte das vozes que se opõem à posse de Rajoy vem de antigos colaboradores de Sánchez. No entanto um deles, o "número 2", César Luena, disse que acatará à decisão do Comitê Federal no domingo.

Se o rei Felipe VI propõe um candidato - só se contempla a hipótese de Rajoy - o debate e a votação para a escolha do novo chefe do Executivo vai acontecer em quatro dias entre 26 e 31 de outubro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos