Assad diz a Putin que tentará estabelecer via política para resolver crise

Beirute, 19 out (EFE).- O presidente da Síria, Bashar al Assad, comunicou nesta quarta-feira ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, que está disposto a continuar o trabalho para ativar a via política para resolver o conflito no país.

Segundo a agência de notícias oficial "Sana", o líder sírio, no entanto, reiterou a determinação para lutar contra o terrorismo enquanto tenta a reconciliação com a oposição.

Al Assad agradeceu a Putin pelos esforços da Rússia na comunidade internacional, apesar da "pressão" exercida por alguns países para dissuadi-lo da opção de respeitar a soberania da Síria.

Já Putin ressaltou que a postura da Rússia em relação a Síria não irá mudar e que Moscou segue comprometida com a luta contra o terrorismo e a preservação da integridade territorial do país.

A Rússia é um dos principais aliados do regime de Al Assad e apoia o Exército da Síria com a sua Força Aérea.

A conversa entre ambos os presidentes ocorre na véspera do início de uma trégua humanitária de 11 horas na cidade de Aleppo, a maior do norte da Síria, que está livre dos bombardeios russos e sírios desde a noite de ontem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos