Autoridades colombianas e venezuelanas capturam chefe da guerrilha ELN

Bogotá, 19 out (EFE).- Autoridades da Colômbia e Venezuela alcançaram a captura em território venezuelano de conhecido como Felipe, considerado líder do Exército de Libertação Nacional (ELN, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira pela Marinha colombiana.

Felipe, apontado como responsável por liderar a Comissão Rafael Villamizar da frente Domingo Laín Sáenz da ELN, foi encontrado na região venezuelana de El Amparo, na fronteira com a Colômbia.

A Marinha indicou em comunicado que na operação atuaram em coordenação com o Exército e a Polícia Nacional da Colômbia, além da Armada do país vizinho. O homem capturado é especialista em explosivos do ELN, a segunda guerrilha do país.

Felipe é acusado de liderar os atentados cometidos em fevereiro passado contra a Brigada Número 18 do Exército colombiano e as unidades fluviais da Armada que patrulham o rio Arauca, acrescentou a nota.

Em fevereiro, a guerrilha lançou dois artefatos explosivos de fabricação caseira contra a brigada do Exército, o que causou o incêndio de três veículos em Arauca, a capital homônima do departamento, fronteiriço com a Venezuela.

Além disso, as autoridades apontam Felipe como responsável do sequestro de Horacio Martínez e Brenda Oviedo, conhecidos orizicultores de Arauca. Ele também é acusado de rebelião, sequestro e terrorismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos