Combatentes abandonam cidade síria perto de Damasco após pacto

(Atualiza com estimativa de combatentes que deixaram a cidade).

Beirute, 19 out (EFE).- Centenas de combatentes acompanhados por suas famílias deixaram nesta quarta-feira a cidade de Muadamiya, na periferia de Damasco, a capital da Síria, após um acordo entre grupos opositores locais e as autoridades, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Uma fonte do Centro de Informação do município, afirmou à Agencia Efe ter informações que cerca de 70 ônibus, com aproximadamente 1.000 milicianos e 2.100 civis partiram em direção à província setentrional de Idlib., que é controlada quase em sua totalidade pela Frente da Conquista do Levante (antigo braço sírio da Al Qaeda) e seus aliados.

Esta retirada acontece em virtude de um acordo alcançado entre os rebeldes e as autoridades sírias, pelo qual os milicianos opositores que decidirem permanecer em Muadamiya deverão regularizar sua situação legal e entregar suas armas ao exército sírio.

Muadamiya está cercada pelas forças do regime desde agosto de 2012, mesmo após a assinatura de um acordo de reconciliação entre as organizações armadas de seu interior e as autoridades em 2013.

Nos últimos dois meses, centenas de civis deixaram essa cidade e foram realocados pelas autoridades sírias em centros temporários de acolhimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos