Corpo é achado em doca onde aconteceu explosão em usina da BASF na Alemanha

Berlim, 19 out (EFE).- Equipes de polícia da Alemanha encontraram nesta quarta-feira um corpo na doca do complexo químico de BASF em Ludwigshafen, no oeste do país, onde há dois dias aconteceu uma violenta explosão.

Fontes policiais informaram sobre a descoberta do corpo, mas detalharam que é necessário esperar o resultado da necrópsia para determinar se o mesmo corresponde ao marinheiro de um navio-tanque que segue desaparecido.

Até agora, o balanço de mortos após a explosão registrada na segunda-feira no complexo da BASF é de duas pessoas, em ambos os casos efetivos da equipe de bombeiros do complexo, enquanto o número de feridos está em 20, alguns deles em estado grave.

O acidente aconteceu às 11h20 locais (7h30 de Brasília) em dutos situados no porto norte, às margens do rio Reno, que abastecem a fábrica com gás liquefeito.

A explosão aconteceu durante trabalhos em alguns desses dutos e resultou em um incêndio que provocou uma grande coluna de fumaça preta.

Este acidente aconteceu três horas depois de outro incidente na fábrica de BASF em Lampertheim, a apenas 30 quilômetros do complexo em Ludwigshafen, onde são produzidos aditivos para plásticos.

Nesse incidente, no qual quatro trabalhadores ficaram feridos, dois deles em estado grave, um filtro explodiu, por motivos que ainda não foram esclarecidos, mas que, segundo a BASF, não resultou na emissão de gases tóxicos perigosos para a atmosfera.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos