Cúpula do EI está abandonando Mossul, diz Pentágono

Washington, 19 out (EFE).- A cúpula de liderança do Estado Islâmico (EI) em Mossul está abandonando a cidade, enquanto se intensifica a ofensiva das forças iraquianas e curdas para tomar o controle dessa cidade do Iraque, informou nesta quarta-feira o Pentágono.

O comandante da operação americana contra o EI no Iraque e na Síria, o general de divisão Gary J. Volesky, afirmou em uma teleconferência, direto de Bagdá, ter "indicações de que os líderes abandonaram (Mossul)".

"Vimos movimento de saídas desde Mossul. Para onde vão, disso vão cuidar nossos soldados que marcam os objetivos", disse Volesky, que não quis especificar o número de líderes que saíram da cidade.

O militar também declarou que, por enquanto, tanto os líderes como os combatentes estrangeiros do EI são os que têm mais dificuldades de fugir de Mossul, já que não podem ser confundidos facilmente com a população.

Volesky explicou que as saídas da cidade estão sendo monitoradas e que ataques aéreos miram comboios de combatentes que estão em retirada.

Desde junho de 2014, quando o EI tomou Mossul e o líder do autodenominado califado, Abu Bakr al Bagdadi, apareceu na mesquita central para fazer este anúncio, acredita-se que o principal dirigente da organização terrorista está escondido na cidade, a segunda maior do Iraque.

Ainda segundo o Pentágono, em Mossul pode haver até 5 mil combatentes jihadistas entrincheirados e preparados para a batalha e um longo assédio militar. Membros do grupo ergueram muros, posições defensivas de concreto e cavaram trincheiras e túneis, além de terem plantado explosivos nas entradas da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos