Dezenas de famílias de Mossul chegam à fronteira entre Iraque e Síria

Beirute, 19 out (EFE).- Dezenas de famílias originárias da cidade de Mossul, no norte do Iraque, algumas delas parentes de extremistas do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), chegaram à cidade de Al Bukamal, na Síria, que fica às margens do rio Eufrates e muito próxima da fronteira entre os dois países, disse nesta quarta-feira à Agência Efe o ativista Mohammed al Jalif.

Jalif, que faz parte da Rede Síria para os Direitos Humanos na província de Deir ez Zor, explicou pela internet que dezenas de famílias, em sua maioria civis sem vínculos com o EI, chegaram ontem de manhã em vários caminhões a Al Bukamal.

"Essas pessoas viajaram de Mossul a Al Qaim (na província iraquiana de Al Anbar) e de lá para Al Bukamal, de onde se transferiram para outras populações da região, como Al Mayadin", disse Jalif.

Al Bukamal, que fica na província síria de Deir ez Zor, está muito perto da fronteira com o Iraque, onde a cidade iraquiana mais próxima é Al Qaim.

O ativista afirmou que um morador da cidade síria de Al Shujeil, também em Deir ez Zor, lhe informou que pelo menos dez famílias que vinham de Mossul chegaram hoje a essa cidade procedentes de Al Bukamal.

Quanto à presença de familiares de guerrilheiros do EI, Jalif detalhou que estes não costumam se misturar com os outros civis e que a organização jihadista os mantém em lugares secretos, assim como seus combatentes feridos.

Há dois dias teve início a ofensiva do exército iraquiano e de seus aliados para reconquistar o controle de Mossul, o principal bastião do Estado Islâmico no Iraque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos