Ministro cogita que acusado de matar família brasileira quer pena na Espanha

Madri, 19 out (EFE).- O ministro do Interior espanhol, Jorge Fernández Díaz, disse nesta quarta-feira que uma hipótese para explicar o motivo de Patrick Gouveia, o suposto assassino de uma família brasileira na cidade espanhola de Pioz, ter se entregado voluntariamente é que ele prefere cumprir pena na Espanha, e não no Brasil.

"Talvez o tema esteja mais vinculado ao âmbito penitenciário do que ao penal", expressou nesta quarta-feira o ministro espanhol em entrevista coletiva, na qual acrescentou que a redenção voluntária de Gouveia "evidentemente não é casual", já que as provas contra ele são "evidentes e arrasadoras".

O suposto autor do crime, sobrinho do homem assassinado, chegou nesta quarta-feira à Espanha em um voo procedente de São Paulo, um mês após serem encontrados os corpos do casal Marcos Campos Gouveia e Janaína Américo, e seus filhos, de um e quatro anos.

Segundo fontes da investigação, o suspeito se entregou depois das conversas que os investigadores da guarda civil espanhola tiveram com seu advogado, que o teria convencido que um julgamento na Espanha e um possível enclausuramento em uma prisão espanhola seriam mais convenientes para ele.

O suposto assassino foi detido quando aterrissou na Espanha procedente do Brasil, para onde tinha escapado após o crime, e passará esta noite nas dependências da guarda civil espanhola no aeroporto de Madri.

Patrick Gouveia aguarda uma autorização judicial para ser transferido de Madri à região de Guadalajara, onde foram cometidos os crimes.

Fernández Díaz ressaltou que as provas achadas, como as amostras de DNA localizadas e a geolocalização do telefone celular, são "arrasadoras" contra Gouveia.

"Pode ser que o tenham convencido de que é melhor para ele vir à Espanha porque antes ou depois, no Brasil, seria detido e submetido a julgamento, e a condenação teria que ser cumprida lá", afirmou o ministro.

Perguntado se as penas na Espanha são suficientes para este tipo de crime, o ministro lembrou que o sistema espanhol é uma referência em nível internacional e conta com garantias para os reclusos e penas voltadas à reinserção social.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos