Assassino de policial é executado na Geórgia após ser condenado à morte

Washington, 19 out (EFE).- O estado da Geórgia, nos Estados Unidos, executou nesta quarta-feira um preso pelo assassinato de um policial há duas décadas, em Atlanta, e superou assim seu recorde anual de execuções com sete desde o início deste ano.

Gregory Lawler, branco, de 63 anos, foi declarado morto às 23h49 (hora local) após receber uma injeção letal na prisão de Jackson, no sul de Atlanta, a capital do estado, informou o Departamento de Correções da Geórgia.

Ele foi executado quase cinco horas depois do horário previsto, depois que a Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou um recurso de última hora apresentado por sua defesa para evitar sua morte, alegando um suposto autismo do réu.

De acordo a imprensa local, Lawler rejeitou seu direito de pronunciar suas últimas palavras.

Gregory Lawler foi condenado a morte em 2000 pelo assassinato, três anos antes, do policial John Sowa durante uma briga doméstica.

O incidente ocorreu na noite do dia 12 de outubro de 1997. Sowa e o também policial Pat Cocciolone acompanharam a então namorada de Lawler ao apartamento onde moravam, depois dele ter tê-la abandonado na rua, em estado de embriaguez, após uma discussão.

Lawler recebeu Sowa e a Cocciolone com um fuzil AR-15 assassinando o primeiro e ferindo gravemente o segundo.

Após quase seis horas trancado no apartamento, Lawler acabou se entregando para as autoridades.

Antes de ser executado, Lawler teve como última refeição uma sopa francesa de cebola de entrada, seguida por um bife com batatas assadas com creme de leite e pãezinhos com manteiga de acompanhamento, morangos e sorvete de pistache de sobremesa, além de suco de maçã.

Lawler foi o sétimo executado em 2016 na Geórgia, o que constitui no recorde anual neste estado desde que a Suprema Corte dos Estados Unidos restabeleceu a pena de morte há quatro décadas. Anteriormente, cinco presos nos anos de 1987 e 2015 tinham sido executados na Geórgia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos