Explodem confrontos no Iêmen após início de trégua humanitária de três dias

Sana, 20 out (EFE).- Violentos combates explodiram nesta quinta-feira entre os rebeldes houthis e as forças leais ao presidente do Iêmen, Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi, na fronteira entre o Iêmen e Arábia Saudita, horas depois do início de uma trégua de 72 horas apoiada pela ONU.

Segundo um comunicado do Exército de Hadi, os houthis, apoiados pelas forças do ex-presidente Ali Abdullah Saleh, lançaram mísseis Katyusha contra suas posições na cidade de Harad, um ponto na fronteira com a Arábia Saudita.

O Exército governamental também anunciou que seus membros repeliram um ataque dos rebeldes houthis nos montes de Al Saquia, na província de Al Jawf.

Além disso, testemunhas disseram à Agência Efe que escutaram bombardeios de artilharia desde as posições dos houthis e as forças de Saleh que cercam a cidade de Taiz, no sudoeste do Iêmen.

Por enquanto não há relatórios sobre bombardeios da aviação da coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, contra posições dos houthis e de Saleh desde a entrada em vigor da trégua na noite passada.

O cessar-fogo, que teve início ontem, às 23h59 (hora local), e tem o objetivo permitir o fornecimento de ajuda humanitária à população.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos