Trump afirma que EUA crescerão entre 5% e 6% por ano se chegar à presidência

Las Vegas (EUA), 19 out (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na noite de quarta-feira que, se chegar à Casa Branca, o país criará uma "maquinaria econômica" para crescer a um ritmo anual de 5% a 6%, e disse que essa porcentagem será "menor que zero" com a rival democrata, Hillary Clinton.

"Criaremos uma maquinaria econômica como não vimos em décadas. Podemos crescer de 5% a 6% anualmente. Se Hillary chegar ao poder, o crescimento econômico será menor que zero", disse Trump no terceiro e último debate presidencial, realizado em Las Vegas.

Em resposta, a democrata criticou as propostas econômicas do magnata nova-iorquino ao dizer que o rival quer diminuir os impostos dos mais ricos e ressaltou que o plano econômico democrata não contempla o aumento de impostos para a classe média.

"Aumentaremos os impostos para os mais ricos", disse a ex-secretária de Estado, ao defender que protegerá os programas sociais e a reforma da saúde conhecida como "Obamacare". A melhor forma de recuperar a economia é "reconstruir a classe média", garantiu Hillary Clinton.

Trump criticou que as propostas da rival democrata só prometem continuar com o governo do presidente Barack Obama, que foi responsável pela recuperação econômica mais fraca da história do país, segundo o magnata.

Para o republicano, o problema que aflige a economia americana é o excesso de regulação e a expansão do governo federal, que sufoca a iniciativa privada responsável pela criação de emprego.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos