Trump diz que aceitará resultado das eleições "se ganhar"

Em Washington

O candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira (20) que aceitará o resultado das eleições de 8 de novembro "se ganhar", um dia após não querer confirmar se acatará o veredicto das urnas.

"Aceitarei totalmente os resultados destas grandes e históricas eleições, se ganhar", declarou Trump em um ato de campanha em Delaware (Ohio), depois do terceiro e último debate presidencial de ontem à noite em Las Vegas com sua concorrente do Partido Democrata, Hillary Clinton.

Apesar da polêmica gerada, o magnata reiterou sua denúncia de que as eleições estão "fraudadas" a favor de Hillary.

Por isso, o empresário ressaltou que se reserva "o direito de impugnar ou apresentar um desafio legal em caso de um resultado questionável", apesar de ter se mostrado disposto a reconhecer um "resultado eleitoral claro".

As palavras do magnata nova-iorquino mostram sua intenção de não dar um passo atrás e continuar com suas dúvidas sobre o processo eleitoral americano, algo sem precedentes na história recente do país.

A menos de três semanas das eleições, Trump aparece atrás de Hillary nas pesquisas de intenção de voto, depois dos recentes escândalos que teve que encarar por acusações de assédio sexual e um vídeo com declarações polêmicas sobre mulheres.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos