Tufão Heima perde força após tocar terra no norte das Filipinas

Bangcoc, 20 out (EFE).- O tufão Heima perdeu força nesta quinta-feira durante sua chegada às Filipinas, onde as autoridades tinham decretado o alerta máximo por esta tempestade que desde a noite de ontem atinge o norte do país com rajadas de vento de mais de 200 km/h.

O tufão, chamado de Lawin nas Filipinas, tocou a terra esta noite nas províncias de Isabela e Cagayan, situadas na costa leste da ilha de Luzon, onde ontem foi decretada o sinal 5 de alerta, o mais elevado.

Em seu boletim divulgado às 7h (hora local), a agência meteorológica filipina Pagasa situou o olho do tufão a 40 quilômetros de Laoag, na Província de Ilocos, e indicou que se desloca em direção ao noroeste a 22 km/h.

Segundo a agência, o Heima, de 700 quilômetros de diâmetro, balançando com ventos constantes de 185 km/h e rajadas de 230 ao norte de Luzon, onde o alerta foi reduzido para 3 em dez províncias, entre elas Isabela e Cagayan.

Cerca de 6 mil pessoas foram retiradas de suas casas em Isabela, onde o vento e as intensas chuvas provocaram o corte do fornecimento de energia elétrica e a queda de árvores, enquanto várias aldeias ficaram isoladas por conta de enchentes, segundo a emissora "GMA".

Também houve falta de energia em Batanes e Baguio.

A Pagasa prevê que o tufão saia do território filipino durante a manhã e que pela noite desta quinta já tenha saído também da região do país asiático.

Entre 15 e 20 tufões percorrem todos os anos as Filipinas durante a temporada chuvosa, que começa pelo geralmente em junho e termina em novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos