Abu Sayyaf sequestra dois marinheiros de navio com bandeira sul-coreana

Bangcoc, 21 out (EFE).- As autoridades filipinas informaram nesta sexta-feira sobre o sequestro de dois marinheiros após o ataque contra um navio de bandeira sul-coreana por parte de supostos membros do islamita Abu Sayyaf, grupo assentado no sul das Filipinas que jurou lealdade ao Estado Islâmico.

Cerca de dez assaltantes, identificados como militantes do grupo extremista, abordaram o navio de carga na quinta-feira e raptaram o capitão e um membro da tripulação, de nacionalidades sul-coreana e filipina, respectivamente, informou Filemon Tan, porta-voz militar, ao canal filipino "ABS CBN"

O cargueiro Dong Bang Giant 2, de cerca de 11.400 toneladas de peso, tinha partido da Coreia do Sul com destino à Austrália e foi atacado em águas filipinas.

Segundo Tan, esta é a primeira vez que Abu Sayyaf dirige seu ataque contra um grande navio já que, em outros anteriores, os islamitas se centraram em pequenos barcos de pescadores.

Vários ex-combatentes da guerra do Afeganistão contra a União Soviética fundou Abu Sayyaf em 1991 na ilha de Basilan, no sul das Filipinas.

O grupo se destacou no começo por suas ações violentas e com o tempo pelos sequestros, incluídos na vizinha Malásia, com os quais se financia.

Abu Sayyaf recuperou notoriedade internacional este ano quando matou aos canadenses John Ridsdel e Robert Hall, que tinha sequestrado nas Filipinas em setembro de 2015 junto ao norueguês Kjartan Sekkingstad e a filipina Marites Flor.

Ridsdel morreu decapitado em abril e a cabeça de Hall apareceu em junho diante da catedral de Jolo, a capital da sulina província do mesmo nome.

Flor recuperou a liberdade em junho e o norueguês, em setembro.

Conforme a fontes militares, Abu Sayyaf, que seqüestrou neste ano vários pescadores indonésios e malaios, retém no sul das Filipinas a outros dois indonésios, cinco malaios, quatro filipinos e um holandês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos