Holanda deixa que viúvo enterre sua mulher no jardim pela segunda vez

Bruxelas, 21 out (EFE).- O conselho municipal da cidade holandesa de Brunssum autorizou que um homem sepulte os restos mortais de sua esposa no jardim de casa, informou nesta sexta-feira o portal "DutchNews".

"O último desejo da minha esposa é que fosse enterrada no jardim que tinha criado", escreveu em sua conta no Facebook Frenk Windels.

Após a repentina morte da esposa Susana em junho, Windels enterrou seu corpo no jardim da casa onde viviam.

As autoridades o obrigaram então a desenterrar o caixão e Windels levou seu pedido à justiça, que deu seis semanas de prazo às autoridades municipais para se pronunciar de maneira definitiva, enquanto o viúvo recorria a tranqüilizantes e calmantes para superar a incerteza.

"Estivemos felizmente casados durante 34 anos e esperávamos seguir juntos por muito mais", resumiu o viúvo antes de conhecer a decisão favorável das autoridades municipais.

As autoridades holandesas podem conceder permissões para enterrar pessoas em suas casas ou nas de seus familiares, com a condição de que a sepultura esteja suficientemente afastada das vias públicas, de fontes de água potável e sempre que não seja visível para terceiras partes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos