Coronel líder de operações militares no Sinai é assassinato no Egito

Cairo, 22 out (EFE).- Um grupo de desconhecidos assassinou neste sábado nos arredores do Cairo o coronel egípcio Adel Ragaei, líder do IX Batalhão de Infantaria e um dos dirigentes das operações contra os terroristas que o Exército egípcio empreende no norte da província do Sinai.

Uma fonte de segurança disse à Agência Efe que Ragaei foi baleado nesta manhã diante de sua casa, na cidade de Al Obur, nos arredores do Cairo.

Os ataques contra a polícia e o exército se intensificaram no Egito desde a destituição do presidente islamita Mohammed Mursi, afastado do poder pelos militares em 3 de julho de 2013.

As forças de segurança realizam contínuas operações no norte do Sinai contra os grupos extremistas que instalaram suas bases, entre eles Wilayat Sina, a filial no Egito do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A última delas, ontem, causou a morte de 21 supostos jihadistas, informou o porta-voz militar, Mohammed Samir, em comunicado publicado nas últimas horas em Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos