Erdogan diz que Turquia participará de luta contra o EI, mas sem curdos

Ancara, 22 out (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou neste sábado que seu país participará ativamente na luta contra o grupo terrorista Estado Islâmico no Iraque e na Síria, mas sem aceitar a colaboração das milícias curdo-sírias.

"Não vamos ficar olhando da tribuna os assuntos relacionados com a segurança do nosso país. Não vamos permitir um corredor terrorista ao longo de nossa fronteira sul (com a Síria)", disse Erdogan na inauguração de um campus universitário na cidade de Bursa.

"Nos disseram que não iremos a Al Bab. Somos obrigados e iremos. Cidades como Aleppo, que nos pertenciam e faziam parte da civilização islâmica, estão sendo destruídas. Kirkuk e Mossul, no Iraque, nos pertenciam no passado", disse Erdogan.

O presidente reiterou que a Turquia fará tudo o que estiver em seu poder, dentro dos limites da lei internacional, para libertar a cidade de Raqqa, na Síria, do controle do EI. Além disso, lembrou que a participação foi aprovada pela coalizão internacional liderada pelo governo dos Estados Unidos.

Erdogan, porém, disse que a Turquia não aceitará o apoio de organizações terroristas, uma referência ao partido curdo-sírio PYD e seu braço armado, as Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG).

"Temos que estabelecer uma zona livre de terrorismo. No Iraque, estamos tentando estar ativos por razões de segurança do nosso país", indicou Erdogan na inauguração da universidade.

O presidente turco reagiu dessa forma às declarações de Badgá exigindo a saída das tropas do país vizinho do território iraquiano. O ministro das Relações Exteriores do Iraque, Ibrahim al Jaafari, alertou que seu governo defenderá a soberania "a todo o custo".

"Queremos manter a cooperação com a Turquia, mas defenderemos a soberania a todo custo. Não aceitamos nenhum tipo de intromissão de países vizinhos ou de outros países", disse o chanceler em entrevista à emissora "France 24".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos