Chefe de campanha admite que Trump está atrás de Hillary na disputa eleitoral

Washington, 23 out (EFE).- A chefe de campanha de Donald Trump, Kellyanne Conway, admitiu neste domingo que o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos está atrás de sua adversária democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

"A corrida (presidencial) não terminou. Muitos da imprensa dizem que já se encerrou. Pela enésima vez, eles estão deixando Donald Trump de lado", disse Conway em seu tradicional percurso pelos programas televisivos dominicais de política.

A chefe de campanha, porém, reconheceu que o empresário está atrás da disputa, e indicou as vantagens de Hillary no pleito, como o apoio ativo do atual presidente, Barack Obama, sua esposa Michelle, além do vice-presidente Joe Biden.

"Todos são mais populares do que ela pode esperar ser", disse.

Por esse motivo, Conway anunciou que o empresário investirá mais recursos nos estados considerados chave para vencer as eleições, citando entre eles Flórida, Ohio, Iowa, Carolina do Norte e Nevada.

"Não vamos abandonar. Sabemos que ainda podemos ganhar. Nesses estados, podemos conseguir uma virada nas próximas semanas", disse a chefe de campanha do empresário sobre a vantagem de Hillary.

Trump redobrou os esforços e nos próximos dias elevará o ritmo de sua campanha com até três eventos diários nesses estados em disputa. Entre hoje e terça-feira, o candidato republicano deve realizar uma viagem com cinco comícios na Flórida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos