Tufão Haima afeta quase dois milhões de pessoas no sul da China

Pequim, 23 out (EFE).- Quase dois milhões de pessoas foram afetadas no sul da China pela passagem do tufão Haima, apesar de até o momento não haver informações sobre vítimas mortais, informaram neste domingo os veículos de imprensa oficiais.

Desde sua chegada à província sulina de Cantão na sexta-feira passada, Haima forçou a realocação de mais de 700 mil pessoas e causou perdas econômicas no valor de 3,7 bilhões de iuanes (US$ 546 milhões), segundo dados das autoridades recolhidos pela emissora oficial "CCTV".

Além disso, os fortes ventos e as inundações provocadas pelo tufão danificaram um total de 2.749 casas e 178 mil hectares de cultivos, publica por seu à agência oficial "Xinhua".

Também ocorreram interrupções no fornecimento de energia em mais de dois milhões de lares, mas hoje 95% deles já tinha recuperado a normalidade.

Haima chegou à província de Cantão após deixar 13 feridos em sua passagem pela ilha de Hong Kong -que ficou paralisada- e pelo menos 12 mortos nas Filipinas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos