Ataque na Arábia Saudita causa morte de 2 guardas de instalações industriais

Riad, 25 out (EFE).- Um ataque armado na cidade de Dammam, no leste da Arábia Saudita, resultou na morte de dois guardas de segurança de importantes instalações industriais do país, informou nesta terça-feira a agência oficial de notícias do reino wahabita, "SPA".

As vítimas "foram alvo de um intenso ataque com armas de fogo por parte de desconhecidos", em uma avenida de Dammam, capital da Província Oriental, de maioria xiita, explicou a polícia em comunicado divulgado pela "SPA".

Na nota, a agência destacou que "os órgãos competentes começaram a adotar medidas para identificar e capturar os envolvidos no ataque e conhecer seus objetivos".

As duas vítimas faziam parte de uma força dependente do Ministério do Interior saudita, que é composta por 25 mil efetivos, destinada a proteger importantes instalações industriais e petrolíferas em diferentes partes do país.

No dia 18 de setembro, dois policiais morreram em um ataque armado contra sua viatura também em Dammam.

A Província Oriental foi cenário de protestos por parte dos xiitas e também de atos violentos, como ataques contra delegacias e agentes de segurança.

A minoria xiita da Arábia Saudita se queixa da marginalização que sofre no país, cuja maioria da população é sunita, já que não pode ingressar nas forças armadas ou trabalhar para os Ministérios de Interior e Relações Exteriores, entre outros.

Por outro lado, essa região foi alvo de atentados do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), de confissão sunita, que matou dezenas de civis em ataques contra mesquitas xiitas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos