Ataque terrorista no norte do Quênia deixa pelo menos 12 mortos

Nairóbi, 25 out (EFE).- Pelo menos doze pessoas morreram nesta terça-feira por conta de um ataque realizado por supostos membros do grupo terrorista Al Shabaab, em um albergue na cidade de Mandera, no norte do Quênia, perto da fronteira com a Somália, informaram a imprensa local.

Os terroristas detonaram os explosivos na porta do albergue, onde entraram em seguida e começaram a disparar contra os hóspedes que dormiam nos quartos.

Fontes da polícia afirmaram para a imprensa local que pelo menos 12 pessoas morreram no ataque, enquanto outras quatro pessoas ficaram feridas.

As vítimas, que incluem vários professores, não moravam em Mandera, mas se encontravam no município para realizar alguns para exames de certificação do ensino médio, afirmaram as mesmas fontes.

Embora nenhum grupo tenha reivindicado o ataque, as autoridades acham que os homens armados eram membros do Al Shabaab, já que posteriormente fugiram para a fronteira com a Somália.

Este é o segundo ataque cometido pelos jihadistas somalis neste mês nesta cidade de fronteira, depois que no último dia 6, seis pessoas morressem em um ataque similar.

O pior atentado do Al Shabaab em solo queniano ocorreu em abril de 2015, quando um comando terrorista tomou o controle da Universidade de Garissa, por 16 horas, matando 148 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos