Turquia alerta que irá invadir norte do Iraque em caso de ameaça à segurança

Istambul, 25 out (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavusoglu, alertou nesta terça-feira que tropas do país podem invadir o norte do Iraque caso os grupos armados que ocupam a região representem uma ameaça para Ancara.

"Se surgir uma ameaça para a Turquia, nós empregaremos todas as opções, incluindo uma operação terrestre", disse o chanceler à agência "Anadolu", ao avaliar as operações contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em Mossul.

"Se os fatos no Iraque chegarem a representar uma ameaça para a segurança e a estabilidade da Turquia, da mesma forma que o Daesh (acrônimo em arábe para o EI) na Síria chegou a ser, em Sinjar e outras regiões, acabando com nossa paciência, eliminaríamos esta ameaça empregando nossas forças de acordo com o direito internacional", reforçou Çavusoglu.

Sinjar é uma região montanhosa no noroeste do Iraque onde várias milícias curdas, entre elas a guerrilha do PKK ativa na Turquia, expulsaram o EI em novembro de 2015. O PKK é considerado como grupo terrorista por Turquia, Estados Unidos e União Europeia.

Na última década, Ancara lançou várias incursões terrestres no norte do Iraque para atacar o PKK, mas a insistência em participar da ofensiva contra Mossul aumentou a tensão diplomática com Bagdá.

Çacusoglu também afirmou que a milícia curdo-síria YPG deve se retirar de Manbij, no norte da Síria, da qual o EI foi expulso em agosto com respaldo da coalizão liderada pelos EUA.

"Já dissemos aos americanos: se a YPG não sair de Manjib, tiraremos ela de lá com nossos próprios meios", alertou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos