Cientistas criam sistema de detecção automática de incêndios por drones

Madri, 26 out (EFE).- Pesquisadores espanhóis desenharam um método específico para drones de vigilância que permite a estes aparatos detectar focos de incêndio, uma ferramenta que pode ser muito útil para combater os fogos florestais.

Os detalhes do sistema, projetado por cientistas do Centro de Pesquisa em Tecnologias Software e Sistemas Multimídia para a Sustentabilidade (CITSEM) da Universidade Politécnica de Madri (UPM), foram publicados na revista "Sensors".

O sistema pretende combater inimigos ambientais como os fogos, o desmatamento e as inundações de forma antecipada para evitar desastres maiores.

Com este objetivo, através do tratamento da cor, o sistema consegue detectar tanto um fogo florestal como o fumaça que emite durante a combustão.

O método desenvolvido, baseado em algoritmos de alta precisão, poderia ser usado em tempo real em sistemas aéreos não tripulados (drones) com a possibilidade de vigiar uma área mais ampla do que através dos sistemas de vigilância fixos.

Portanto, daria lugar a resultados mais rentáveis que os sistemas convencionais aplicados em helicópteros ou satélites, com a vantagem acrescentada que os drones também podem chegar a lugares de difícil acesso sem pôr em perigo a segurança das pessoas.

"Realizamos diversas provas de detecção utilizando drones comerciais e os resultados obtidos confirmam a utilidade, eficácia, versatilidade e baixo custo proporcionado pelo algoritmo desenvolvido", afirmam os autores do trabalho.

Por isso, consideram que sua proposta constitui "uma eficiente ferramenta de vigilância e monitoramento" perante os incêndios florestais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos