Governo do Quirguistão renuncia após perder maioria parlamentar

Moscou, 26 out (EFE).- O governo do Quirguistão anunciou renúncia nesta quarta-feira, depois que o Partido Social-Democrata (PSK) deixou a coalizão de maioria no parlamento, conforme divulgou a agência de notícias "Interfax".

O presidente do país, Almazbek Atambayev assinou hoje a demissão do governo.

A decisão foi tomada devido a "declaração oficial de perda da maioria parlamentar por parte da coalizão", aponta texto divulgado pela assessoria de imprensa do chefe do Estado.

De acordo com a Constituição do Quirguistão, a perda da maioria parlamentar resulta na demissão em plenário do Gabinete de Ministros.

Atambayev, no entanto, ordenou que todos os titulares de pastas sigam executando normalmente as tarefas, até a nomeação de um novo governo no país.

O chefe do grupo parlamentar do PSK, Issa Omurkulov, afirmou anteriormente que a sigla deixou a coalizão devido "diferenças insolúveis" com as outros partidas que formam o bloco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos