Temporal em Moçambique deixa 12 mortos e mais de 100 feridos

Maputo, 26 out (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas após a tempestade que castigou esta semana Maputo, a capital de Moçambique, e que também provocou vários danos materiais, informou o governo nesta quarta-feira.

As fortes chuvas, ventos e granizo pegaram de surpresa os moradores da capital e da província de Maputo, no sul de Moçambique, na tarde da última segunda-feira. Conforme as primeiras avaliação oficiais, 12 pessoas morreram e 117 estão feridas após o temporal, que destruiu 522 casas, 17 escolas, 12 hospitais e derrubou vários postes.

A maioria das mortes aconteceu por conta da queda de árvores, que atingiram ônibus públicos.

Moçambique, por sua localização geográfica e sua extensa costa, é um dos países mais vulneráveis aos crescentes efeitos da mudança climática. O país, além disso, carece de infraestruturas capazes de fazer frente a este tipo de desastre meteorológico devido a elevadas taxa de pobreza, os limitados investimentos em tecnologia e o pouco serviço público.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos