Belgas chegam a um acordo sobre ZETA e esperam validação da UE

Bruxelas, 27 out (EFE).- As autoridades da Bélgica chegaram nesta quinta-feira a um consenso sobre o acordo de livre-comércio entre a União Europeia (UE) e Canadá, o chamado ZETA, que era bloqueado pela região francófona de Valônia e que não poderá ser assinado nesta quinta-feira como estava previsto.

O acordo entre os belgas será analisado pelos embaixadores dos Estados-membros em Bruxelas para que o validem e, se for assim, teria que ser referendado pelas autoridades regionais belgas que o rejeitaram na semana passada.

"Há um acordo belga sobre o ZETA. Todos os Parlamentos (regionais) podem agora aprová-lo antes de amanhã à noite. É um passo importante para UE e Canadá", afirmou em sua conta no Twitter o primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, ao término de uma reunião de dois dias.

Pouco antes, fontes europeias tinham confirmado que "a cúpula UE-Canadá não começará hoje como estava planejado", embora o "Canadá siga estando lista para assinar quando a Europa estiver preparada".

A delegação canadense, com o primeiro-ministro, Justi Trudeau, à frente, não pegou ontem o avião para ir para Bruxelas e o Conselho Europeu não fixou ainda uma nova data para a cúpula UE-Canadá.

"Não se pode especular sobre uma nova data para a cúpula. O próximo passo é que a UE entre de acordo para assinar", acrescentaram fontes europeias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos