Indonésia que matou amiga é condenada a 20 anos de prisão

Em Bancoc

A mulher indonésia que assassinou a amiga com cianureto no café porque a considerava uma pessoa feliz, foi condenada nesta quinta-feira (27) a 20 anos de prisão.

Jessica Wongso, de 28 anos, envenenou em 6 de janeiro de 2016 sua compatriota Wayan Mirna, de 27 anos, em uma cafeteria de Jacarta.

O magistrado Kisworo, que presidia o painel de três juízes nos julgamentos de Jacarta, considerou provado que a acusada cometeu assassinato premeditado de uma forma "vil" e "sádica", segundo o jornal local "Jakarta Globe".

O juiz Binsar Gultom afirmou que Wongso, residente na Austrália, tinha problemas pessoais, trabalhistas e sociais, e quando se reuniu com Mirna em dezembro de 2015 e a viu tão feliz casada, pensou em assassiná-la.

Wongso considerou a sentença "injusta e parcial", e seu advogado, Otto Hasibuan, anunciou na saída da sala que recorrerá da sentença.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos