PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Polícia grega detém caminhoneiro que transportava ilegalmente 40 migrantes

27/10/2016 11h11

Atenas, 27 out (EFE).- A Polícia da Grécia prendeu nesta quinta-feira na Estrada Egnatia, que atravessa o norte da Grécia de leste a oeste, um caminhoneiro que transportava 40 refugiados sírios escondidos, que tinham entrado no país por terra através da fronteira com a Turquia.

O caminhoneiro, um grego de 21 anos, não parou o veículo em um controle policial e foi perseguido por vários quilômetros da estrada. Os 40 sírios, 15 deles menores de idade, admitiram ter atravessado a fronteira com a ajuda de traficantes, que receberam 1.500 euros para levar cada pessoa (mais de R$ 5 mil).

Nos últimos meses, a Polícia da Grécia notou um aumento de chegadas de migrantes por terra na fronteira com a Turquia, embora não se comparem ao ritmo de entre 100 e 150 chegadas diárias por via marítima às ilhas do Mar Egeu.

A travessia da fronteira por terra era o itinerário mais feito pelos migrantes até 2012, quando o governo conservador de Antonis Samaras mandou construir uma cerca na parte da fronteira com a Turquia que não tem como barreira natural o Rio Evros.

Segundo dados oficiais divulgados hoje, a Grécia tem 61.057 refugiados, sendo que 15.715 chegaram depois do início, em 20 de março, do acordo entre a União Europeia e a Turquia sobre a gestão da crise. Quem chegou depois desta data permanece nos centros de registro das ilhas do Egeu oriental, cuja capacidade de recepção total é de apenas 8 mil pessoas, e onde os incidentes entre migrantes e policiais são quase que diários.

Internacional