PUBLICIDADE
Topo

Motorista de ônibus morre após ser queimado durante ataque na Austrália

28/10/2016 06h27

Sydney (Austrália), 28 out (EFE).- As autoridades da Austrália confirmaram a morte do motorista do ônibus, vítima de um homem que entrou no veículo e lhe tacou fogo, após jogar um líquido inflamável, na cidade de Brisbane, no nordeste do país.

"Ele tinha poucas possibilidades (de sobreviver)", explicou à imprensa o superintendente da Polícia do estado de Queensland, Jim Keogh, segundo a emissora estatal "ABC".

O morto foi identificado como Manmeet Alisher, de 29 anos.

Tivemos "sorte de que não foi incendiado o ônibus", que levava outras cinco pessoas, além do motorista, afirmou o policial.

O superintendente revelou que eles prenderam uma pessoa, de 48 anos, suspeito de conexão com o ataque, e descartou que o ato tenha ligação com o terrorismo islâmico.

Agentes de segurança do país prenderam neste mês, em Sydney, dois adolescentes armados com facas que planejavam cometer um ataque jihadista inspirado no Estado Islâmico (EI).