Mariano Rajoy é reeleito presidente do Governo da Espanha pelo Congresso

Da EFE, em Madri

  • Javier Soriano/AFP

    Eleição põe fim a um período de mais de dez meses de interinidade

    Eleição põe fim a um período de mais de dez meses de interinidade

O líder do Partido Popular (PP), Mariano Rajoy, foi reeleito neste sábado (29) presidente do Governo da Espanha pelo Congresso dos Deputados.

A eleição de Rajoy põe fim a um período de mais de dez meses de interinidade, porque a composição do Congresso oriunda das eleições de dezembro de 2015 e junho de 2016 não gerou uma maioria de parlamentares suficiente para garantir um governo.

Rajoy obteve 170 votos favoráveis, sendo 137 procedentes de sua legenda, 32 do liberal Ciudadanos e um de uma deputada independente das ilhas Canárias, além de 111 votos contrários e 68 abstenções.

As abstenções vieram do socialista PSOE, que tem um total de 85 cadeiras e se dividiu sobre a conveniência de manter o "não" a Rajoy ou passar à abstenção para evitar a terceira eleição geral no país em um período de um ano.

Líder do PSOE, Pedro Sánchez, firme defensor do "não" a Rajoy, renunciou ao posto poucas horas antes da sessão plenária no Congresso, para não se ver obrigado a apoiar - por meio de abstenção - a posse do líder do PP.

Sánchez, que em março também tentou assumir a presidência ao se submeter à aprovação do Congresso, acabou rejeitado, como o próprio Rajoy o foi no começo de setembro.

Somente a mudança de postura dos socialistas permitiu hoje a reeleição de Rajoy, que havia assumido o poder pela primeira vez em novembro de 2011 para um mandato de quatro anos, e que desde o término deste período ocupava a presidência de forma interina.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos