Nova pesquisa mostra empate técnico entre Hillary e Trump na Flórida

Miami, 30 out (EFE).- Uma pesquisa divulgada neste domingo mostra um empate técnico entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump na Flórida, que se consolida assim como um estado decisivo para o desenlace da disputa pela presidência dos Estados Unidos.

Segundo a pesquisa de NBC News/Wall Street Journal/Marist, faltando nove dias para o pleito, Hillary leva a melhor sobre Trump por apenas um ponto percentual (45% a 44%), e os dois candidatos minoritários, o libertário Gary Johnson e a ecologista Jill Stein, aparecem com 5% e 2%, respectivamente.

A vantagem de Hillary é inferior à margem de erro da pesquisa, que é de 3,1 pontos para mais ou para menos no caso dos 990 entrevistados que estão registrados para votar e de 3,5 pontos para o dos 779 que são "possíveis eleitores".

A pesquisa foi realizada nos dias 25 e 26 de outubro, o que significa que não mede o possível impacto causado pelo anúncio da reabertura da investigação do FBI sobre o uso de um servidor privado de e-mails por Hillary quando ocupava o cargo de secretária de Estado.

Em relação à pesquisa anterior de NBC/WSJ/Marist sobre as intenções de voto na Flórida, realizada no início de outubro, o apoio a Hillary não variou (45%), mas no caso de Trump subiu dois pontos (de 42% para 44%).

Se não fossem contabilizados os candidatos minoritários, o resultado da pesquisa divulgada hoje seria um empate em 46%.

Entre os "possíveis eleitores" que disseram já ter votado na Flórida, que representam 36% da amostragem, Hillary tem uma boa vantagem sobre Trump: 54% a 37%.

Entre os que ainda não votaram, o republicano está na frente: 51% contra 42%.

A pesquisa aponta também que na disputa por uma cadeira no Senado pela Flórida o candidato à reeleição pelo Partido Republicano, o cubano-americano Marco Rubio, está na frente, com 51%, e o democrata Patrick Murphy tem 43%.

Ganhar a preferência do eleitorado na Flórida, que não tem uma tendência fixa de voto entre os partidos Democrata e Repúblicano, é vital nestas eleições para a presidência porque este estado concede 29 do mínimo de 270 votos necessários no colégio eleitoral para que um candidato vença a disputa. No sistema americano, a vitória no colégio eleitoral prevalece sobre o voto popular.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos