População de Portugal segue diminuindo apesar de queda na emigração

Lisboa, 31 out (EFE).- A população de Portugal segue diminuindo e chegou a 10,3 milhões ao fim de 2015, apesar de o número de emigrantes ter diminuído em 18,5% em relação a 2014, informou nesta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No encerramento do ano passado, a população lusa reduziu em 33.492 pessoas na comparação com 2014, prolongando a tendência de queda, iniciada em 2010, embora o ritmo da diminuição seja menor.

Durante 2015, calcula-se que entraram 29.896 pessoas em Portugal, 53,2% mais do que em 2014 (19.516), enquanto os que saíram para residir no exterior durante um período igual ou superior a um ano foi de 40.377 pessoas, 18,5% menos do que em 2014 (49.572).

Dessa forma, o saldo migratório em 2015 foi negativo pelo quino ano consecutivo, embora menos acentuado que nos últimos quatro anos.

A forte emigração registrada desde 2011, impulsionada pela crise econômica, é uma das principais causas pelas quais a população de Portugal vem diminuindo. Também contribuiu uma menor taxa de natalidade em relação à mortalidade, índice que só subiu em 2015.

Ao longo de 2015, nasceram 85.500 crianças no país, 3,8% a mais do que em 2014, quando foram registrados 82.367 nascimentos.

A expectativa de vida também subiu ligeiramente em Portugal e já chega a 80,4 anos (83,2 para mulheres e 77,3 para homens).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos