Hillary e ex-Miss Universo dizem que Trump quer infundir medo nas mulheres

Miami, 1 nov (EFE).- A candidata do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, criticou nesta terça-feira na Flórida, ao lado da ex-Miss Universo venezuelana Alicia Machado, que seu concorrente republicano, Donald Trump, "insultou metade do país", especialmente as mulheres, para lhes "infundir medo" e pediu seu apoio para vencê-lo no pleito de 8 de novembro.

Em um ato em Dade City apresentando por Machado, Hillary considerou "doloroso" ter que falar do tratamento que Trump deu a muitas pessoas, muitas delas de minorias, em vez de falar de suas políticas, mas alegou que era necessário.

A ex-secretária de Estado, que focou seu comício nas mulheres e meninas, disse que Trump passou anos "as degradando, insultando e atacando" e que as vê "como seres humanos incompletos".

Hillary, que disse que ela como mãe conhecia o esforço dos pais para fazer com que seus filhos acreditem em si mesmos, disse que não se deve deixar que "ninguém lhes afete essa confiança".

"Eu lhes digo, ele é um intimidador", afirmou, além de lembrar em seu discurso os insultos do candidato contra latinos, mulheres, prisioneiros de guerra, juízes, muçulmanos e até o próprio presidente dos EUA, Barack Obama.

Machado, por sua vez, lembrou a forma como foi "ridicularizada" por Trump como a "Miss Universo gorda" e disse que se sentia "muito orgulhosa" que, pela primeira vez, vai poder votar como cidadã dos Estados Unidos e que optará por Hillary.

"É claro que ele não respeita as mulheres e que ele acredita que pode fazer o que quiser sem responder por isso", disse a venezuelana em uma emotiva mensagem prévia ao discurso de Hillary.

A candidata democrata retornou hoje à Flórida para realizar três atos de campanha após Trump assumir a liderança das pesquisas de intenção de voto neste vital estado, onde o magnata precisa ganhar para ter alguma chance de vitória final nas eleições.

Por isso, e a uma semana para as eleições presidenciais, Hillary pediu aos moradores do estado, especialmente os de minorias latinas, afro-americanas e gays, não só para apoiá-la, como para se mobilizarem para votar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos