Foguetes lançados pela oposição deixa 15 mortos e 120 feridos em Aleppo

Beirute, 3 nov (EFE).- Foguetes lançados contra áreas sob o controle do governo da Síria no oeste da cidade de Aleppo deixaram pelo menos 15 mortos nesta quinta-feira, entre eles quatro menores de idade, além de outros 120 feridos, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A agência de notícias oficial síria "Sana" confirmou que pelo menos 12 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas pelo impacto de foguetes lançados por "terroristas" contra o oeste de Aleppo. Um dos feridos é um repórter cinematográfico do canal iraniano em língua árabe "Alalam".

Uma fonte do Hospital da Universidade da cidade disse à "Sana" que uma pessoa foi atendida no local com sintomas de asfixia após um ataque terrorista no distrito de Menian, no oeste de Aleppo, onde os bombardeios teriam envolvido o uso de gases tóxicos.

Com os mortos de hoje, subiu para 69 o número de mortos em Aleppo desde o início da ofensiva dos grupos rebeldes e islâmicos para romper o cerco militar em torno da parte leste da cidade, sitiada pelo Exército e em poder da oposição, segundo o Observatório.

Os insurgentes começaram hoje a segunda fase da batalha com um ataque contra regiões do oeste e do sudeste da cidade. Amanhã, está prevista uma trégua humanitária em Aleppo, anunciada unilateralmente pela Rússia e o Exército da Síria, com duração de dez horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos