Líder do EI pede que seus combatentes não se rendam em Mossul

Cairo, 3 nov (EFE).- O líder do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, pediu nesta quinta-feira para seus combatentes que não se rendam durante a batalha em curso na cidade de Mossul, a "capital" dos terroristas no Iraque.

"Hoje o Estado Islâmico luta uma grande jihad (guerra santa) que só aumenta nossa fé", disse al-Baghdadi, em um áudio publicado em fóruns jihadistas, o primeiro, em mais de um ano, cuja autenticidade não pôde ser comprovada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos