Operação das tropas afegãs e da Otan em Kunduz mata 30 pessoas

Cabul, 3 nov (EFE).- Pelo menos 30 civis morreram na noite de quarta-feira e outros 25 ficaram feridos em bombardeios e operações terrestres das tropas afegãs e da Otan na província de Kunduz, no norte do Afeganistão, informaram hoje à Agência Efe fontes oficiais.

"Os civis, entre eles mulheres, crianças e idosos, morreram e ficaram feridos em confrontos e bombardeios enquanto os talibãs os utilizavam como escudos humanos", disse o porta-voz do governador de Kunduz, Sayed Mahmoud Danish.

As forças de segurança entraram ontem à noite em uma aldeia a poucos quilômetros da cidade de Kunduz, capital da província homônima, para deter um comandante talibã e a sua equipe, o que provocou confrontos armados, explicou o porta-voz da Polícia local, Mahfuzullah Akbari.

Durante os confrontos, as tropas bombardearam as casas nas quais os talibãs se abrigavam, detalhou.

Segundo o Ministério da Defesa, a batalha também resultou na morte de três membros das forças afegãs e de dois soldados da Otan, algo que já tinha confirmado a assessoria de imprensa do Exército dos Estados Unidos (EUA) no Afeganistão.

Outros sete soldados afegãos e dois militares estrangeiros ficaram feridos.

Nas fileiras dos talibãs, 26 insurgentes morreram e 17 ficaram feridos, segundo o porta-voz do governador.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos