China desaloja monges de maior mosteiro tibetano e proíbe retorno

Pequim, 4 nov (EFE).- A China está proibindo que monges e freiras do Larung Gar, o maior mosteiro tibetano e uma das maiores instituições de ensino do budismo no mundo, de voltar ao local após as expulsões forçadas que tiveram início neste ano.

Vários religiosos foram obrigados a assinar um documento no qual se comprometem a não retornar ao templo, segundo um comunicado divulgado nesta sexta-feira pela ONG Campanha Internacional pelo Tibete (ICT, na sigla em inglês).

A China iniciou em julho a demolição de parte do importante centro religioso com objetivo de reduzir o número de residentes pela metade, de 10 mil para 5 mil. Até então, não havia detalhes da operação, muito criticada por grupos de defesa da comunidade.

A ICT divulgou um vídeo no qual é possível ver uma freira chorando e correndo atrás de um ônibus que leva outros religiosos para fora do enclave. Pouco depois, ela cai no chão e é levantada por outras companheiras.

A gravação é uma das poucas que mostram a situação de Larung Gar, pois o acesso à informação é limitado devido ao controle imposto pelas autoridades, que restringem - e inclusive proíbem - a entrada em regiões tibetanas no país.

As autoridades chinesas garantem que o objetivo da demolição e da operação de retirada dos monges é a segurança, porque, segundo o governo local, há uma enorme concentração de casas na região, o que coloca em risco os moradores do templo. No entanto, os religiosos argumentam que essas medidas não são aplicadas em outras áreas com superlotação do país.

Como parte do processo de reestruturação, o Partido Comunista ou funcionários do governo local passarão a indicar a maioria dos integrantes da gerência da escola budista de Larung Gar, uma prática que volta a ser comum em outros mosteiros tibetanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos