EI ataca Al Shirqat e mata 7 militares

Bagdá, 4 nov (EFE).- Pelo menos sete membros das Forças de Segurança iraquianas morreram nesta sexta-feira e outros dez ficaram feridos depois que o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) atacou à cidade de Al Shirqat, 100 quilômetros ao sul da cidade de Mossul.

Uma fonte de segurança da província de Saladino, à qual pertence Al Shirqat, disse à Agência Efe que os combatentes se infiltraram na cidade esta manhã, onde colocaram artefatos explosivos, assim como em duas aldeias próximas. Nas explosões dessas bombas morreram sete membros das forças regulares e das milícias sunitas que lutam contra o EI junto às tropas iraquianas.

Posteriormente, as forças governamentais enfrentaram os jihadistas e mataram 15 deles, acrescentou a fonte, que não quis se identificar.

As autoridades iraquianas impuseram um toque de recolher total e indefinido nas localidades que foram assaltadas pelos extremistas, para resistir as perdas que estão sofrendo na batalha de Mossul.

O EI está sendo expulso das áreas que controla nos arredores da cidade, dentro da ofensiva que lançaram as tropas iraquianas em 17 de outubro. Al Shirqat foi libertada da presença dos extremistas em 22 de setembro, após ter permanecido nas mãos do EI desde junho de 2014, da mesma forma que Mossul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos