Grécia reforma governo com mudanças significativas em sua equipe econômica

Atenas, 4 nov (EFE).- O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, promoveu nesta sexta-feira mudanças substanciais em seu gabinete, no qual mantém Euclides Tsakalotos como ministro das Finanças e nomeia novos titulares de Economia, Dimitris Papadimitriu, e do Trabalho, Efi Ajtsioglu.

Ajtsioglu, uma das figuras centrais nas negociações com os credores, tomará as rédeas da pasta do Trabalho no lugar de Yorgos Katrugalos em um momento-chave nas conversas com a chamada tétrade (Comissão Europeia, Banco Central Europeu, Mecanismo Europeu de Estabilidade e Fundo Monetário Internacional), que examinará o mercado de trabalho na revisão do terceiro resgate.

O até agora ministro da Economia, Yorgos Stazakis, passará para Energia e Meio Ambiente e será substituído por Papadimitriu, economista de profissão e que não é deputado.

Por sua vez, Yannis Muzalas, responsável de Migração, viu sua secretaria ganhar status de ministério em um momento delicado na crise de refugiados.

Os cargos mais relevantes do parceiro de governo, o nacionalista Gregos Independentes (ANEL), estão mantidos, como o titular da Defesa, Panos Kammenos, e Helena Kudura, que também teve sua pasta de Turismo promovida ao status de ministério.

Tsipras nomeou, além disso, um de seus mais próximos colaboradores, Nikos Pappás, artífice da fracassada lei de licenças de televisão privadas, como responsável do ministério que regulará os veículos de comunicação.

Por fim, Nikos Filis, autor da polêmica reforma educativa que lhe confrontou com a Igreja Ortodoxa, sai do Executivo e será substituído no Ministério da Educação por Kostas Gavroglu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos