May confirma a Juncker e Merkel que calendário para 'Brexit' está mantido

Londres, 4 nov (EFE).- A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou nesta sexta-feira ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e à chanceler alemã, Angela Merkel, que mantém o calendário previsto para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

Em uma conversa por telefone, May confirmou a ambos os dirigentes que não vai mudar sua postura, apesar da decisão do Tribunal Superior de Londres, que obriga o governo a receber a autorização do Parlamento antes de invocar o Artigo 50 do Tratado de Lisboa, que iniciaria o processo para o "Brexit".

Um porta-voz de Downing Street indicou que May mostrou estar "decepcionada" pela sentença e reiterou que o Executivo britânico o recorrerá perante a Corte Suprema, maior instância judicial, que deverá se pronunciar antes do final do ano.

May anunciou em outubro que invocaria o Artigo 50 unilateralmente, fazendo uso de uma prerrogativa real, no primeiro trimestre de 2017, com o argumento de que o referendo de 23 de junho outorgava legitimidade para isso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos