Nova York aumenta segurança contra possível atentado coincidindo com eleições

Nova York, 4 nov (EFE).- O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse nesta sexta-feira que a segurança na cidade está sendo intensificada perante possíveis ameaças terroristas nos próximos dias coincidindo com as eleições presidenciais de 8 de novembro.

Fontes dos serviços de inteligência dos Estados Unidos citadas pela emissora "CBS" apontaram que existe uma ameaça de atentado da Al Qaeda na próxima segunda-feira, na véspera do pleito, e que os principais alvos seriam Nova York, Texas e Virgínia.

"Não está clara a credibilidade de tudo isso, pois o alerta é pouco específico", afirmou De Blasio à emissora de rádio "WNYC", acrescentando que a polícia da 'Big Apple' "está vigilante" e aumentará seus esforços nos próximos dias tanto pelas eleições de terça-feira como pelo maratona de domingo.

"Estamos planejando uma presença policial extraordinária na terça-feira já que, pela primeira vez desde que se lembra, ambos candidatos estão preparando as celebrações em Nova York", comentou o prefeito.

O candidato republicano Donald Trump receberá os resultados no hotel Hilton de Midtown, enquanto sua rival democrata Hillary Clinton acompanhará a apuração no centro de convenções Javits Center, também em Manhattan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos