Obama comuta penas de 72 presos condenados por crimes relacionados às drogas

Washington, 4 nov (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, comutou nesta sexta-feira as penas de 72 presos condenados por crimes leves relacionados às drogas, totalizando 944 medidas semelhantes em seus dois mandatos, sendo que 324 dos beneficiados pela iniciativa do líder cumpriam sentenças de prisão perpétua.

Obama está acelerando o direito que tem como presidente para dar clemência a indíviduos presos durante seus últimos meses na Casa Branca. Há apenas oito dias, o líder anunciou indultos a outros 98 condenados por crimes menores ligados às drogas.

"O que o presidente Obama fez com as comutações não tem precedentes na era moderna", destacou em comunicado um dos assessores jurídicos da Casa Branca, Neil Eggleston.

Os 11 antecessores de Obama na presidência tinham comutado, de forma conjunta, um total de 715 penas. O atual presidente já totalizou 994, número que pode subir nos pouco mais de dois meses que restam de mandato.

Obama promove há muito tempo uma reforma do sistema de justiça penal com o objetivo de reduzir as sentenças dos condenados por crimes não violentos relacionados com as drogas, que afetam principalmente os hispânicos e afro-americanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos