Papa pede apoios para países que acolhem grande número de refugiados

Cidade do Vaticano, 4 nov (EFE).- O papa Francisco pediu nesta sexta-feira que "os países que acolhem grande número de refugiados e deslocados sejam apoiados em seu esforço de solidariedade", no vídeo publicado a cada mês para indicar suas intenções de oração durante este Ano Santo da Misericórdia.

"Pode um país enfrentar por si só as dificuldades que produz a imigração forçada?, pergunta Francisco na gravação.

Nesta ocasião, o papa convida os ouvintes a "passar por cima da indiferença e do medo da aceitação do outro", porque assegura "esse outro poderia ser você, ou eu".

No vídeo de pouco mais de um minuto, são vistas imagens das viagens do papa à ilha italiana de Lampedusa e à grega de Lesbos, símbolo dos que cruzam o Mediterrâneo rumo à Europa fugindo da pobreza e das guerras.

O papa sentado na escrivaninha de sua residência, a Casa Santa Marta, pede: Junte-se comigo nisso, peça que os países que acolhem grande número de refugiados e deslocados, sejam apoiados em seu esforço de solidariedade.

A iniciativa dos vídeos do papa é promovida pela Rede Mundial de Oração para divulgar as intenções de oração mensais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos