Casal é encontrado morto em iate ancorado na Argentina

Buenos Aires, 7 nov (EFE).- Um homem e uma mulher argentinos foram achados mortos, sem sinais de violência, dentro de um iate ancorado em Tigre, no leste da Argentina, informou à Agência Efe a Prefeitura Naval.

Conforme as primeiras investigações, as vítimas tinham, que tinham entre 50 e 58 anos de idade, chegaram no último sábado ao Delta del Tigre, região bastante turística e ancoraram o barco no Arroyo Pajarito, a 200 metros de sua foz no Canal Vinculación.

"Chegaram no sábado à tarde para ficar até domingo e a última vez em que foram vistos por algumas testemunhas foi no sábado à noite", explicou o prefeito de San Fernando, Jorge González.

Depois que a Prefeitura Naval recebeu uma ligação alertando que dentro de uma embarcação estavam duas pessoas aparentemente sem vida, agentes foram ao local ontem à noite para verificar a situação. Uma equipe médica comprovou que os dois tinha falecido.

O casal foi identificado pela imprensa argentina como Daniel Domingo Maccarone e Sandra Elizabeth Levit. A suspeita é de que a morte tenha sido provocada por inalação de monóxido de carbono. A autópsia será realizada ainda hoje para determinar as causas oficiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos