Guy Ryder é reeleito para 2º mandato como diretor-geral da OIT

Genebra, 7 nov (EFE).- O conselho de administração da Organização Internacional do Trabalho (OIT) reelegeu nesta segunda-feira Guy Ryder como diretor-geral da entidade para um segundo mandato de cinco anos que começará em outubro de 2017.

Ryder, que era o único candidato, recebeu 54 dos 56 votos emitidos pelos integrantes titulares do Conselho de Administração, em uma votação realizada na sede da OIT em Genebra, segundo detalhou a entidade em um comunicado distribuído nesta segunda-feira.

"Este segundo mandato começa quando o mundo do trabalho experimenta uma transformação sem precedentes", afirmou Ryder, citado no comunicado.

O diretor-geral da OIT indicou que a estrutura tripartite de sua organização, formada por representantes de governos, empresários e trabalhadores, desempenhará "um papel fundamental para configurar o futuro de trabalho e reafirmar que a justiça social deve guiar a elaboração das políticas internacionais".

Ao advertir que "a negação da justiça social em uma escala profundamente inquietante constitui uma ameaça real para a estabilidade das sociedades e para a paz", Ryder pediu aos integrantes da organização que liderassem a execução da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU através do "trabalho decente".

Ryder, que iniciou sua carreira profissional no Departamento Internacional de Sindicatos em Londres, se transformou no décimo diretor-geral da OIT em setembro de 2012 em substituição a Juan Somavía.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos