ONU começa verificação do cessar-fogo entre governo colombiano e Farc

Bogotá, 7 nov (EFE).- A ONU começou nesta segunda-feira a verificação do cessar-fogo e de hostilidades pactuado entre o governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) depois do acordo de paz assinado no último dia 26 de setembro em Cartagena.

"Hoje começa com @onucolombia o mecanismo de verificação de cessar-fogo. Sem mais vítimas. É preciso consolidar a paz", escreveu o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, em sua conta no Twitter.

Na sexta-feira passada o chefe de Observadores Internacionais da Missão da ONU na Colômbia, general Javier Pérez Aquino, indicou que o trabalho consiste em "monitorar e verificar a partir sedes regionais" e que "progressivamente se desdobrarão os observadores para que em janeiro todo o processo logístico esteja enquadrado".

Inicialmente, 63 delegados das Nações Unidas realizarão o trabalho nas sedes estabelecidas nas cidades de Medellín, Bucaramanga, Florença, Popayán, Quibdó, San José dek Guaviare, Valledupar e Villavicencio.

No total, serão 400 os observadores que estarão no país antecipando a tarefa junto com 300 guerrilheiros e uma equipe do governo nacional.

O governo e as Farc assinaram no dia 26 de setembro um acordo de paz depois de quase quatro anos de negociações em Havana para acabar com o conflito.

No entanto, a opção do "não" ao texto final do acordo venceu o referendo de 2 de outubro, razão pela qual Santos preciso convocar os opositores para alcançar um consenso e destravar o processo de paz com a guerrilha mais antiga da América.

O cessar-fogo bilateral e definitivo entrou em vigor no dia 29 de agosto mas, após a rejeição do acordo no referendo, o Conselho de Segurança da ONU teve que aprovar os ajustes necessários para um novo "protocolo ponte" necessário para o mecanismo de monitoramento. EFE

cpy/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos