Cratera provoca caos na cidade de Fukuoka, no Japão

(Atualiza o tamanho da cova e acrescenta informação)

Tóquio, 8 nov (EFE).- Uma grande cratera de mais de 800 metros quadrados surgida na região central da cidade japonesa de Fukuoka (sudoeste do país) provocou nesta terça-feira interrupções no trânsito e no fornecimento de energia, além de ter forçado a evacuação da zona.

Apesar da dimensão da cratera (cerca de 15 metros de profundidade), as autoridades não reportaram nenhum ferido, embora teme-se que o buraco possa seguir aumentando e afete edifícios e estruturas contíguas.

As autoridades de Fukuoka, quinta maior cidade do Japão (1,4 milhão de habitantes), acreditam que o afundamento foi provocado pelas águas subterrâneas que fluem nos túneis próximos às obras para a ampliação de uma linha de metrô, informou a agência "Kyodo".

O pavimento começou a afundar em um cruzamento entre duas grandes avenidas diante da estação ferroviária de Hakata, a maior da cidade, em torno das 5h15 local (18h15, da segunda-feira em Brasília).

O buraco foi aumentando progressivamente até abranger a totalidade da intersecção e as calçadas (uma extensão de 30 metros de comprimento por 27 de largura) e obrigou a polícia a evacuar os edifícios e as zonas em torno do enorme buraco, que começou a encher de água procedente de canalizações subterrâneas.

Ao se tratar de uma das principais artérias da cidade, o fato provocou além disso grandes interrupções no trânsito, deixou até a 800 casas sem luz e afetou os sistemas informáticos de várias entidades bancárias.

As trabalhos de ampliação da linha, a Nanakuma, também estiveram relacionados com outra cratera de menor tamanho que surgiu no mesmo distrito em outubro de 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos