Explosão na RDC mata uma menina e fere 31 "boinas azuis"

Kinshasa, 8 nov (EFE).- Uma menina de 8 anos morreu e 31 "boinas azuis" ficaram feridos nesta terça-feira na explosão de uma granada na cidade de Goma, no leste da República Democrática do Congo (RDC), informaram à Agência Efe fontes da Missão de Estabilização da Organização das Nações Unidas na República Democrática do Congo (MONUSCO).

O caso aconteceu nesta manhã quando os soldados da MONUSCO patrulhavam as ruas de Goma, capital da conflituosa província de Nord-Kivu. Fontes da missão da ONU disseram à Efe que uma investigação foi aberta para esclarecer o caso, já que tudo indica que o alvo eram os "boinas azuis" que estavam na região.

Apesar da forte presença de soldados das Forças Armadas da RDC (FARDC) e da MONUSCO, cerca de 700 civis morreram em ataques em Nord-Kivu, especialmente na cidade de Beni, durante os últimos dois anos, conforme um recente levantamento organização Human Rights Watch.

Em março, o Conselho de Segurança da ONU decidiu renovar a permanência desta missão e manter os quase 20 mil soldados no país até ano que vem, apesar do pedido do governo de reduzir esse contingente. A MONUSCO foi criada em 1999 e para Nações Unidas ela continua sendo necessária para ajudar na estabilização do país, imerso em um frágil processo de paz após a segunda guerra do Congo (1998-2003).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos